O Casamento da Dona Baratinha


Trabalhe essa história encantadora desenvolvendo a alfabetização, o conhecimento da natureza, trabalhos manuais e a formação humana


Objetivos:
Proporcionar à criança, por meio da leitura dessa história, o seu envolvimento com o enredo e personagens.

Estabelecer relação com os textos, predispondo-se à alfabetização e ao letramento.

 

Fotos: Itaci Batista

"O envolvimento com valores é fundamental para a formação integral da pessoa. A amizade, o respeito, o carinho, a solidariedade e a ajuda mútua permeiam o cotidiano das atividades em nosso colégio." Essa é a justificativa das professoras Maira Xavier Salante e Giselle Magalhães Colli, do Colégio São Francisco Xavier, para escolherem a história "Dona Baratinha" como recurso pedagógico em um dos seus projetos.

Por meio desse enredo, elas tentaram ensinar os valores embutidos na história, bem como estudar os animais e criar um "Ambiente Alfabetizador", produzindo estímulos que provoquem nos alunos atos de leitura e de escrita, permitindo-lhes compreender o funcionamento da língua escrita e a apropriação de seu uso social. Veja então, como "Dona Baratinha" foi trabalhada durante as aulas, em um projeto que durou quase quatro meses:

1. Para criar um clima de suspense, no dia anterior ao início do projeto, apresente aos alunos um cartaz com os seguintes dizeres: "Quem será que vai chegar amanhã?" O cartaz deve estar enfeitado com as personagens que aparecem na história.

2. Como a curiosidade foi aguçada no dia anterior, um fantoche da Dona Baratinha aparecerá na sala com o livro da história ao lado. Anote, então, as hipóteses do que acham que acontecerá. E depois informem aos alunos: "Para o dia de amanhã, daremos a dica do lugar onde esse personagem mora."

3. No dia seguinte, coloque na sala a casa da Dona Baratinha, confeccionada em papelão, toda enfeitada e com a Dona Baratinha dentro. E, então, deixe as crianças explorarem o espaço e anotarem as hipóteses sobre a casa estar ali. Para o dia seguinte, pergunte às crianças se conhecem uma música que fale de alguma Dona Baratinha.

4. Ao chegarem, o aparelho de som estará na sala e com a música da Dona Baratinha tocando. As crianças vão ouvir e depois será feita uma roda, onde a professora colherá novas hipóteses. Escreva a música em uma cartolina e deixe na lousa para que visualizem.

5. Coloque a música para eles ouvirem e cantarem. Faça a releitura novamente e tente achar a palavra BARATINHA. Quando acharem, veja se há algum amigo que tenha o mesmo som BA e faça a relação. Tente achar nos nomes da sala esse som.

Dica de leitura!
"Eu Tenho um Pequeno Problema", Disse o Urso

"Eu tenho um pequeno problema", diz o urso. - "Será que..." Só que ninguém tem tempo, ninguém parece querer ouvi-lo. Todos tentam adivinhar do que o urso precisa, mas sempre lhe dão coisas inúteis. Até que surge uma pequena mosca... Um livro sobre amizade e a importância de ouvir. Texto impresso em letras maiúsculas.
Autor: Heinz Janisch
Editora: Salamandra
Preço: R$ 35,90
Onde encontrar: www.moderna.com.br


Dica de leitura!
"O Passarinho Que Não Queria Ser Cantor

A primavera já está adiantada e os filhotes do casal Bicudo já estão bem grandinhos. Até sabem o que vão ser quando crescer. Menos o Júnior. Ele não quer ser cantor... E as coisas pioram quando ele passa a sumir do ninho sem que ninguém saiba aonde ele vai.
Autora: Ruth Rocha
Editora: Salamandra
Preço: R$ 35,90
Onde encontrar: www.moderna.com.br

 

6. Ouça e cante a música novamente. Faça um jogo divertido, onde as crianças, entre outras palavras, devem encontrar a palavra BARATINHA. Quando acharem, devem explicar como descobriram. Depois, veja se algum amigo tem o mesmo sonzinho da palavra Baratinha.

Fotos: Itaci Batista

7. Nesta etapa, faça aparecer um novo personagem da história na sala, o BOI, e assim, comece a contação da história com os fantoches DONA BARATINHA e BOI. Relacione as iniciais de ambos os nomes com os da turma e escreva na listagem dos personagens mais esse nome BOI. Insira mais nomes/palavras que as crianças disserem que comecem com esses sons.

8. Brinque com os sons que o boi faz e o imite, em uma brincadeira que acontecerá cada vez que um personagem aparecer. Com o alfabeto móvel, localizarão o B. Peça para que desenhem o Boi e a Dona Baratinha, escrevendo, espontaneamente, seus nomes.

9. Confeccione a máscara da Dona Baratinha que ficará no colégio para a exposição dos trabalhos. Use giz de cera, cola glitter e um laço de fita para colocar na cabeça da Dona Baratinha, ao som da música.

10. Confeccione a boneca gigante da Dona Baratinha com tecidos por fora e espuma na parte interna.

Fotos: Itaci Batista

11. Hoje aparecerão mais dois novos personagens na sala - CAVALO e CACHORRO -, e assim, a história deve ser contada utilizando os fantoches dos personagens que já apareceram - DONA BARATINHA e BOI. Relacione as iniciais de ambos os nomes com os da turma e escreva na listagem dos personagens mais esses nomes: CAVALO e CACHORRO. Insira mais nomes/palavras que as crianças disserem que comecem com esses sons.

12. Confeccione a máscara do Cavalo com garrafa PET, que ficará no colégio para a exposição dos trabalhos. Depois, coloque a máscara em um cabo de vassoura e as crianças podem montar no cavalo de pau.

13. Brinque com o alfabeto móvel, tentando montar os nomes dos animais - CAVALO, CACHORRO, BOI e BARATA. Proponha uma atividade gráfica com o tema "Labirinto da Dona Baratinha".

Fotos: Itaci Batista

14. Vá fazendo surgir por etapas os outros personagens da história, como o BODE e o CARNEIRO, GATO e PAPAGAIO e o RATO. E vá repetindo o procedimento de contar a história e as crianças imitando seus sons, assim como a brincadeira do alfabeto móvel com as letras que formam o nome desses animais. Também faça os fantoches desses outros animais.

15. Peça para que as crianças pesquisem sobre os animais estudados na história.

16. A professora deve conversar com os alunos sobre a atitude da Dona Baratinha de até agora, achar que ninguém serve para ela. Registrar as formas de expressão das crianças e montar um painel com esses sentimentos.

Fotos: Itaci Batista

17. Comece os preparativos para o casamento da Dona Baratinha. Em primeiro lugar, faça o convite - cada qual confeccionará o seu e monte um texto coletivo para trabalhar esse gênero textual.

18. Confeccione a casa da Dona Baratinha. Primeiro, pinte a casinha de madeira e, depois, enfeite de acordo com as sugestões das crianças. Deve ser uma casa bem grande, onde as crianças poderão entrar com seus pais e familiares, com uma janela bem arejada, onde a personagem passa a maior parte da história.

19. Faça uma lista de convidados para o casamento da Dona Baratinha. As crianças poderão convidar quem elas quiserem.

20. Faça a lista de ingredientes do caldo de feijão, que será feito na próxima aula, trabalhando a contagem, os rótulos e os nomes dos ingredientes. No outro dia, prepare o caldo e distribua aos outros alunos da escola.

21. Confeccione o caldeirão onde o ratinho se jogou e onde o seu macaco fez a feijoada.

22. Confeccione um jogo da memória gigante com todos os personagens desenhados pelas crianças.

23. Exponha os trabalhos e faça a apresentação teatral com as crianças.

Dica esperta!
A cabeça do gato e dos outros animais podem ser feitas com dobraduras, e o corpo, com rolo de papel higiênico.


Dica esperta!
Para fazer o caldo de feijão, já traga para a aula o feijão cozido.


Dica esperta!

Fotos: Itaci Batista

Você pode fazer a cara do cavalo com garrafa PET. Dobre a garrafa ao meio e modele para formar a cabeça do cavalo. Amarre as partes com a corda. Com E.V.A., faca os olhos, as orelhas, o nariz e a boca do cavalo. Com lã, a sua crina e, com o barbante, as suas rédeas. Por último, é só encaixar o cabo de vassoura no gargalo da garrafa e brincar!