Guia Prático

Data Comemorativa

Envie para um amigo Imprimir
Festa Junina

Tradições caipiras


Resgate-as estudando os alimentos, as brincadeiras e valorizando a figura do homem do campo


Por Elisa Almeida França

Objetivos:
Estudar com os alunos as tradições das festas juninas
Trabalhar com alimentos típicos
Resgatar hábitos rurais


 

Não é a toa que os alimentos típicos são uma das partes mais importantes das festas juninas. “A origem disso está no costume dos judeus antigos de festejar a primeira colheita”, explica o antropólogo Jadir de Moraes Pessoa, professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. “Por isso, nunca pode faltar em nossas festas a pipoca, o quentão, o mané pelado, a batata-doce, o pé de moleque, que nesse período são produtos de nossas colheitas.” Portanto, explorar os alimentos é uma ótima maneira de a escola explicar o sentido das festas para as crianças. “De sobra, ainda se poderia pensar em quem os produziu”, afirma Jadir. “Quem sabe assim se passaria a olhar com outros olhos o trabalhador rural?”, ele sugere. Na EMEI Professor Paulo Roberto Faggioni, localizada em Batatais, SP, os alimentos já são parte central do dia a dia dos alunos. Como as crianças cuidam de uma horta, é de lá que vem muitos dos ingredientes para as receitas que elas preparam na sala de aula. No ano passado, foram cultivadas mandioca e abóbora, justamente pensando na festa junina – que, lá, eles chamam de festa caipira, a fim de reforçar o caráter laico da celebração. A seguir, veja dicas para os festejos caipiras, que o Guia Prático coletou na EMEI Professor Paulo Roberto Faggioni e na escola Girassol, em Jaú, SP.

 

Valorização do homem rural
Para o antropólogo Jadir de Moraes Pessoa, somos injustos com o homem da roça, que muitas vezes é caricaturizado. “A ele devemos muitas coisas, como a nossa comida, nossa linguagem, religiosidade e a sabedoria criada na observação das plantas, dos animais e das águas”, afirma. De acordo com Jadir, o principal motivo para nos preocuparmos em manter vivas as tradições brasileiras é que as crianças aprendam a valorizar nossa cultura. “E isso só é possível com ações desenvolvidas na escola. Ninguém pode gostar daquilo que não conhece ou entende”, defende.

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>

News do Professor

Receba sempre em primeira mão nossas novidades e conteúdo exclusivo.