Matemática

Conhecendo os números


Com as atividades certas, as crianças aprendem a relacionar o algarismo à sua quantidade numérica


Por Marina Telecki
Objetivos:

Aplicar atividades que ajudam a criança a relacionar o algarismo à sua quantidade numérica
Ensinar os pequenos a contarem além do número 10

Foto ilustrativa, tirada no Colégio Dom Bosco, em

"A matemática está no brincar e faz parte da infância", afirma Claudia Mileu, coordenadora de Educação Infantil do Colégio Pentágono, em São Paulo. Cientes disso, muitas creches e pré-escolas procuram explorar o universo matemático com as crianças, e o fazem usando jogos, brincadeiras e situações cotidianas. "Por meio delas, a professora problematiza algumas questões e favorece a construção do conhecimento numérico", reforça a educadora. Isso acontece, por exempo, no ensino da contagem, com o cuidado de aplicar atividades que promovam não apenas o reconhecimento do número, mas também sua relação quantitativa.

"A proposta é reconhecer que o símbolo remete a uma quantidade. Embora a criança muitas vezes reconheça o número, não quer dizer que ela saiba contar", aponta. Segundo Daniella A. Leonardi, coordenadora da Educação Infantil da Escola PlayPen, também na capital paulista, por meio de atividades práticas é possível trabalhar sequência numérica, ordenação e reconhecimento do número na quantidade, e ainda ajudar a criança a sistematizar esse conhecimento. Veja a seguir algumas atividades para enriquecer as aulas de matemática.

Três dicas espertas!

1. O dado é um recurso de grande relevância no ensino da matemática. "É importante usar dados com bolinha e depois com o número grafado, pois a criança não sabe o que é o algarismo e, portanto, precisa de uma referência quantitativa, o que só irá aprender por meio da relação. Isto é, a criança não vai aprender sem visualizar o algarismo e vice-versa", comenta Solange Saad, coordenadora de Educação Infantil do Colégio Pueri Domus, unidade Verbo Divino, em São Paulo.

2. Promova atividades em grupo ou duplas, como sugere Liliane Neves Gomes, coordenadora de Educação Infantil da Escola Stance Dual, também na capital paulista.

3. Faça sempre o registro final da brincadeira, seja ele escrito ou falado.


Cartela cheia

Veja como confeccionar este jogo e brincar com os pequenos, como fez a Escola PlayPen.

Materiais:

caixa de ovos com 24 unidades
CD velho
cartolina ou color set branco
tinta, lápis de cor ou giz de cera amarelo e mostarda
hidrocor preta e vermelha
clipes
tachinha (percevejo)
cola quente
tesoura
papel-alumínio
massinha

1. Recorte, pinte e cole a pizza sobre o CD.

2. Prenda o clipe na tachinha.

3. Coloque o clipe com a tachinha no furo do CD.

4. Encape a caixa de ovo com papel-alumínio.

Como trabalhar:

Distribua uma cartela para cada criança e peça para que elas façam bolinhas com a massinha.

A cada rodada, a criança gira o clipe e, conforme o número que sair, ela deve preencher os buracos da cartela de ovos com massinha.

O CD pode trazer números aleatórios e não necessariamente em ordem crescente, podendo-se, assim, trabalhar maiores quantidades.

Caça ao tesouro

Uma sugestão do Colégio Pentágono.

Materiais:

bolinhas de tênis
baldinhos de plástico

Como trabalhar:

Espalhe as bolinhas de tênis pelo pátio do colégio em diferentes locais. Entregue um baldinho para cada aluno.

Depois de tudo pronto, peça aos alunos que saiam em busca das bolinhas pelo pátio e, conforme as encontrem, depositem em seu baldinho.

Ao final, questione se todos os baldinhos estão cheios, quem pegou mais bolinhas etc. Cada um vai contar quantas bolinhas tem em seu baldinho e comparar com a quantidade recolhida pelos colegas.

Bingo da soma

Confira a atividade trabalhada no Pueri Domus.

Materiais:

cartolina
2 dados
tampinhas de garrafa

Dica!

Com os maiores, é possível trabalhar o mesmo jogo com três dados.

Como trabalhar:

Monte cartelas de bingo com cartolina, com 6 números aleatórios. Separe dois dados e algumas tampinhas de garrafa para cada dupla de alunos.

A cada rodada, a criança joga os dados e tem de fazer a soma do resultado para, então, marcar o número em sua cartela. Caso possua o número, resultado da soma, ela coloca uma tampinha sobre ele (na cartela). Ganha a criança que completar a cartela primeiro.