É hora do espetáculo


Vamos comemorar o Dia do Circo e trazer a magia do picadeiro para a escola


Por Vanessa Prata

Objetivos:
Vivenciar momentos de conhecimento sobre o circo
Despertar talentos
Estimular a afetividade por meio da brincadeira circense

Faixa etária: 4 a 6 anos
Duração:
Uma semana


No dia 27 de março, comemora-se o Dia do Circo. Aproveite a data para explorar personagens, jogos e brincadeiras do picadeiro que podem ser adaptados para a escola, com as atividades propostas por Sheyla Faccin, Coordenadora do Ensino Infantil, e Mary Coutinho, Orientadora Educacional, do Colégio Madre Carmen Sallés, de Brasília (DF). "Com o tema circo, é possível trabalhar de forma lúdica a coordenação motora das crianças e o conhecimento de cores e formas, desenvolver a linguagem e ampliar o vocabulário com histórias, além de promover a socialização e integração entre os alunos e até mesmo com os pais", comenta Sheyla. Aproveite ainda para conversar com as crianças sobre a proibição de animais em circo, reforçando que muitos deles sofriam maus-tratos ou não eram alimentados corretamente e que é importante respeitarmos os direitos dos animais.

Partilhar alegria
Primeira aula: receba os alunos caracterizado como um personagem circense e, em roda, mantenha uma conversa informal sobre o circo. Pergunte se as crianças já visitaram o circo, que personagens podem ser encontrados lá e por que os animais não devem ser usados no circo. Você pode aproveitar e contar a história sugerida na página 26, na seção Contação de Histórias.
Segunda aula: peça aos alunos que procurem figuras sobre o circo. Procure ainda músicas com a temática do circo e toque em sala de aula. Sugestões: Somos Todos Iguais Nesta Noite, de Ivan Lins, O Circo Já Chegou, da Xuxa, O Circo da Alegria, de Atchim e Espirro, O Circo, do Quarteto em CY.
Terceira aula: realize trabalhos de artes visuais: colagem, desenho, pintura (no rosto, em papel, em tecido) com o tema circo.
Quarta aula: dê continuidade aos trabalhos manuais construindo a peruca, o nariz de palhaço e a maquete de circo com as crianças. É possível ainda construir uma miniperna de pau com duas latinhas vazias e barbante amarrando-as aos pés.
Quinta aula: encerre a semana com uma dramatização (na forma de apresentações de circo ou um musical) realizada pelos professores e alunos caracterizados.

Você sabia?
O Dia do Circo foi criado em homenagem ao palhaço Piolim, Abelardo Pinto, que comandou o Circo Piolim por mais de 30 anos. Ele nasceu em 27 de março de 1897, em Ribeirão Preto (SP), e morreu em 1973.


Você sabia?

É quase impossível determinar uma data específica de quando o circo nasceu, mas já foram encontradas pinturas de 5 mil anos na China com figuras de acrobatas, contorcionistas e equilibristas.

Saiba mais!
O Projeto de Lei pela proibição federal do uso de animais em circos foi aprovado, por unanimidade, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados e segue agora para o Plenário. O uso de animais em circo já é proibido nos seguintes Estados: Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo. Fonte: WSPA Brasil (Sociedade Mundial de Proteção Animal) - http://migre.me/3MH1M

Sábado de alegria
Se houver disponibilidade para um evento maior, envolvendo educadores, alunos, pais e comunidade externa, marque um evento para um sábado de manhã, com todos caracterizados como personagens de circo ou realizando atividades circenses, como malabarismos, perna de pau etc. Se possível, contrate um palhaço profissional para fazer uma sensibilização com o público, buscando interação de toda a comunidade escolar.

Podem ser montadas ainda barraquinhas de comes e bebes e brincadeiras, com a participação dos pais (caracterizados) e renda beneficente, o que serviria de motivação e oportunidade para se vivenciar valores como o espírito de solidariedade e a união entre as famílias. Paralelamente às brincadeiras nas barracas, poderiam ocorrer oficinas baseadas em atividades de circo: perna de pau, máscaras, maquiagem etc.

Atividades
Faça agora as atividades criadas e executadas pela arte-educadora Simone Faure Bellini.

Nariz de palhaço

Materiais:
Tinta acrílica brilhante vermelha
Pincel
Alicate e prego para furar a embalagem
Embalagem de plástico de ovinhos surpresa (Kinder ovo)
Elástico fino ou fio de silicone

1. Pinte a embalagem plástica com tinta acrílica. 2. Aqueça a ponta do prego, segurando-o com o alicate, e faça um furo nas laterais da embalagem para passar o elástico. 3. Prenda o elástico nos furos.



Peruca do palhaço

Materiais:
Meia-calça velha (cor clara)
Lã colorida
Cola quente
Tesoura

1. Corte a parte de cima da meia-calça, cerca de 5 cm abaixo do cavalo.
2. Vire a meia do lado avesso, dê um nó conforme a foto e vire-a novamente.
3. Faça dois pompons com a lã colorida. Corte as pontas.
4. Cole os pompons nas laterais da meia.

Maquete de circo

Materiais:
Papel-cartão
Isopor
Juta
TNT colorido
Palito de churrasco
Tesoura
Cola quente
Papel crepom
Canaleta plástica (para o mastro)
Bonequinhos plásticos
Bandeirinha de EVA

1. Corte um círculo de papel-cartão seguindo o molde e encape-o com a juta. Na parte de trás do círculo, cole pedaços de isopor no centro e nas laterais.


2. Faça uma moldura de papel-cartão (molde) e cole palitos de churrasco nas colunas para dar firmeza.


3. Cole a moldura ao redor do círculo, para apoiar a tenda. Decore as laterais colando papel crepom.


4. Faça um furo com a tesoura no centro do círculo de juta e finque o mastro (canaleta plástica).

5. Franza pedaços de TNT laranja e azul para a tenda. Cole-os no mastro do circo e, com a tesoura, acerte para que todas as pontas fiquem na altura da moldura.

6. Decore o topo da tenda com uma bandeira de EVA fixada num pedaço de palito de churrasco. Cole um pedaço de papelcartão com a palavra "Circo" em um dos lados e decore o picadeiro com bonequinhos plásticos.


 

Saiba mais!
Para decorar o picadeiro do circo, você pode criar personagens com bonequinhos plásticos:
Equilibrista: amarre ou cole um barbante de um lado até o outro do circo e cole um bonequinho segurando um guarda-chuva feito com palito de dente e papel crepom.
Malabarista: pinte outro bonequinho e cole bolinhas de papel crepom em volta dele.
Bailarina: cole papel crepom franzido numa bonequinha imitando uma saia e um maiô.
Mágico: pinte uma roupinha preta em outro bonequinho e as mãos de branco, como luvas. Cole um pedaço de arame numa mão e um pedaço de EVA preto na forma de uma cartola na outra.