Alfabetização

A, E, I, O, U para começar


Trabalhe com as vogais de maneira lúdica e ensine as junções das letras


Por Sâmia Gabriela Teixeira

Objetivos:
Ensinar as vogais
Desenvolver a junção das vogais
Ensinar palavras curtas a partir das junções

Faixa etária: 4 a 6 anos

 

 


Para iniciar o processo de alfabetização,
o mais importante é desenvolver o entendimento e a memorização das vogais. Pensando em uma maneira de aplicar o tema dentro dessa didática, a professora Nivian Alves, do Colégio Scaranne, de São Paulo (SP), criou uma atividade divertida que entretém os alunos e facilita a memorização das letras para depois prosseguir com outras dinâmicas de ensino. “Brincando com as peças do jogo que criei, as crianças adquirem gosto pela aula e passam a compreender palavras curtas, aprendendo a reconhecer a grafia de onomatopeias e saudações”, conta Nivian.


Dica de leitura!
Bichodário

Muitos bichos, muitas letras e muitas cores: está feito o Bichodário. Uma maneira divertida e inteligente de aprender com bichos o abecedário completo. Cor e forma se apresentam e criam um universo bem particular e belo nesta de Telma Guimarães.
Autora: Telma Guimarães
Ilustradora: Sami e Bill
Editora: Larousse Júnior
Onde encontrar: www.larousse.com.br
Preço: R$ 26,90

 

O castelo das vogais

Papelão
Feltro
Fita para acabamento
Papel microndulado dourado e laranja
Cola quente
Retalhos de E.V.A.
E.V.A. verde para a grama
Velcro
Tesoura
Olhos móveis
Miçangas
Canetinhas

1. Cole o feltro sobre o papelão e faça o acabamento com uma fita. Faça uma alça com a fita também.
2. Faça o castelo usando os papéis microndulados e o molde. Cole alguns pedaços de velcro atrás.
3. Corte a grama conforme o molde e cole pedaços de velcro atrás.
4. Com o E.V.A., faça os bonequinhos conforme o molde e cole velcro atrás e um pedacinho na parte da frente. Decore os bonecos com as miçangas e as canetinhas e cole os olhos móveis.
5. Corte cinco quadrados de E.V.A., cole um pedaço de velcro atrás de cada quadrado e na parte da frente escreva uma vogal em cada um. Prenda as vogais nas roupas dos bonecos para que os alunos formem palavras.
6. Prenda o castelo no feltro, com o velcro. Decora a base com a grama. Prenda os bonecos na lateral do castelo.

 

O reino das vogais

Apresente aos alunos o castelo real e conte a história dos personagens que moram nele:
Era uma vez um castelo bem distante, onde viviam príncipes e princesas de uma família real chamada “As Vogais”. Todos os dias, o príncipe e a princesa das vogais saíam do castelo para passear, mas a rainha mãe pedia sempre que não saíssem sozinhos, para não se perderem. Seguindo a ordem da rainha, saíam sempre juntos, e foi assim que descobriram que poderiam formar pequenas palavrinhas quando passeavam de mãozinhas dadas. Vocês sabem quais são elas?

Apresente algumas junções como exemplos:

Após citar os exemplos, peça aos alunos para unir
os personagens, fazendo a junção das vogais e lendo
as palavrinhas formadas.

 

O reino das vogais

Uma sugestão alternativa que funciona tão bem quanto o castelo são os dedoches com vogais. Prepare plaquinhas com as vogais e também sinais de soma. Fixe um elástico no verso de cada plaquinha e prepare a atividade com trios, que devem unir as vogais e formar pequenas palavras.

 


Passeio ao zoológico
Para desenvolver a junção das vogais, a criança precisa antes de tudo reconhecê-las. E para essa etapa ter sucesso você pode trabalhar em sala de aula seguindo diferentes caminhos. Veja as sugestões a seguir:

Exposição das vogais com cartazes

Esse é o tradicional varalzinho de vogais, que serve como referência na aprendizagem da leitura e da escrita.

 

Leitura diária dos cartazes

Essa dica é para utilizar imagens que possam ser associadas às vogais, como animais, por exemplo:

 

Preparando o passeio

Além das letras estudadas diariamente com os cartazes e vogais, você pode falar sobre o hábitat dos animais e a alimentação deles e sugerir um passeio ao zoológico para conhecer sses animais.

 

 

O dia do passeio

Durante a excursão ao zoológico, peça aos alunos que procurem pelos animais expostos no cartaz da sala de aula e que prestem atenção a outros que iniciem com vogais também.

Leve os alunos à quadra ou ao pátio da escola e peça que eles se sentem formando uma roda. Fixe o cartaz feito após a visita ao zoológico próximo à roda e inicie a brincadeira da batata quente cantando “batata quente, quente, quente, quente...”. Enquanto isso os alunos passam de mão em mão uma bola. Quem estiver com a bola no momento em que o professor disser “queimou!”, deverá dizer o nome de um animal que comece com alguma vogal, tendo como orientação o cartaz fixado.

Batata quente com vogais

 

Um novo cartaz

Após o passeio, ajude os alunos a montar um novo cartaz, com figuras e os nomes dos animais encontrados no zoológico ou com os que os alunos queriam ter encontrado. Veja o exemplo: